Análise crítica do Plano Decenal de Expansão de Energia – PDEE 2021 - Questões socioeconômicas e ambientais decorrentes das estratégias brasileiras para o etanol combustível

Authors

Keywords:

PDEE 2021, etanol combustível, matriz energética, impacto ambiental, ocupação do solo.

Abstract

As questões energéticas Brasileiras para o período 2012 -2021 estão expressas no Plano Decenal de Expansão Energética, cuja edição preliminar foi disponibilizada para consulta pública em setembro de 2012 pelo Ministério das Minas e Energia. Este artigo discute as premissas e diretrizes adotadas para os combustíveis de carros de passeio, com foco nos seus aspectos ambientais. Destacam-se os riscos de considerar que o etanol possa atender todo o crescimento da demanda de combustíveis para carros de passeio, e os aspectos e impactos previsíveis que virão em decorrência da necessária expansão da cultura da cana de açúcar planejada para o início do período decenal. O artigo também inclui recomendações para o uso de outras opções de combustíveis existentes e a livre concorrência para garantir abastecimento e preços competitivos. Do ponto de vista ambiental, o artigo também recomenda que um inventário consequente de todos os impactos, negativos e positivos, deve ser levantado e considerado para direcionar as políticas e estratégias nacionais.

Published

2013-09-30

How to Cite

Massagardi, M., Fernandes, V., Vasconcelos, E. C. de, & Janissek, P. (2013). Análise crítica do Plano Decenal de Expansão de Energia – PDEE 2021 - Questões socioeconômicas e ambientais decorrentes das estratégias brasileiras para o etanol combustível. Brazilian Journal of Environmental Sciences (Online), (29), 139–151. Retrieved from https://rbciamb.com.br/Publicacoes_RBCIAMB/article/view/285

Most read articles by the same author(s)