[1]
A. Barreto-Neto e A. Marchesi, “AVALIAÇÃO DA VULNERABILIDADE SOCIOAMBIENTAL À DESERTIFICAÇÃO NO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO, BRASI”L, RBCIAMB, nº 51, p. 28-40, jun. 2019.