POTENCIALIDADES PEDAGÓGICAS DA ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL ITUPARARANGA: PERCEPÇÕES DE EDUCADORES E EDUCANDOS

Main Article Content

Gabriela Godinho de Almeida
Rogério Hartung Toppa
Andréia De Fiori

Resumo

A criação de áreas legalmente protegidas visa conservar ambientes naturais
e garantir que atividades humanas ocorram de maneira sustentável.
Entretanto, sua efetividade depende da contextualização e participação das
comunidades locais durante o processo de criação e gestão. Isso se dá por
meio de ações de Educação Ambiental que promovam a sensibilização e a
conscientização, estimulando o envolvimento da população na redução dos
impactos ambientais gerados. Nas escolas estaduais de Ibiúna (SP), município
que compõe 62% da Área de Proteção Ambiental (APA) Itupararanga, os
resultados deste estudo, obtidos por meio de entrevistas semiestruturadas
com educadores e enquetes com educandos, demonstraram que, embora
grande parte dos educadores tenha conhecimento sobre a APA e sua
importância, essas informações atingem uma pequena parcela dos
educandos. Concluímos que a introdução da APA no cotidiano escolar pode
trazer contribuições pedagógicas significativas, fundamentadas nos objetivos
dessa categoria de Unidade de Conservação.

Article Details

Como Citar
Almeida, G., Toppa, R., & De Fiori, A. (2017). POTENCIALIDADES PEDAGÓGICAS DA ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL ITUPARARANGA: PERCEPÇÕES DE EDUCADORES E EDUCANDOS. Revista Brasileira De Ciências Ambientais (Online), (45), 71-85. https://doi.org/10.5327/Z2176-947820170156
Seção
Artigos