A AVALIAÇÃO AMBIENTAL INTEGRADA E OS CENÁRIOS SOCIOECONÔMICOS DE MUNICÍPIOS IMPACTADOS PELAS USINAS HIDRELÉTRICAS PEIXE ANGICAL E SÃO SALVADOR NO RIO TOCANTINS

Main Article Content

Kiara Lubick Silva Maldaner
Adila Maria Taveira de Lima
Alberto Akama
Elineide Eugênio Marques

Resumo

Este estudo comparativo buscou analisar se as previsões da Avaliação
Ambiental Integrada (AAI) dos Aproveitamentos Hidrelétricos da Bacia do
Rio Tocantins foram concretizadas a médio prazo, no período compreendido
entre 2006 e 2015. Foram considerados os cenários de potencialidades no
que se refere à socioeconomia dos municípios de Palmeirópolis, Paranã,
Peixe e São Salvador do Tocantins, no estado do Tocantins, Brasil, impactados
diretamente pelas usinas hidrelétricas (UHEs) Peixe Angical e São Salvador.
Como metodologia, foi utilizada a análise de conteúdo da AAI e a análise dos
dados socioeconômicos dos municípios investigados. Os resultados apontam
que os cenários socioeconômicos previstos foram parcialmente alcançados,
especialmente com o aumento da receita municipal. Porém, outros indicadores
socioeconômicos revelaram índice de desenvolvimento econômico e social
nos municípios não correspondente às previsões contempladas no estudo
de planejamento da bacia.


 

Article Details

Como Citar
Maldaner, K., Lima, A. M., Akama, A., & Marques, E. (2019). A AVALIAÇÃO AMBIENTAL INTEGRADA E OS CENÁRIOS SOCIOECONÔMICOS DE MUNICÍPIOS IMPACTADOS PELAS USINAS HIDRELÉTRICAS PEIXE ANGICAL E SÃO SALVADOR NO RIO TOCANTINS. Revista Brasileira De Ciências Ambientais (Online), (52), 119-134. https://doi.org/10.5327/Z2176-947820190094
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Kiara Lubick Silva Maldaner, Universidade Federal do Tocantins

Jornalista, Mestre em Ciências do Ambiente e doutoranda no programa de pós graduação em Ciências  do Ambiente da Universidade Federal do Tocantins

Adila Maria Taveira de Lima, Universidade Federal do Tocantins

Administradora. Mestre em Ciências do Ambiente e doutoranda do programa de Pós Graduação em Ciências do Ambiente da Universidade Federal do Tocantins.

Alberto Akama, Museu Paraense Emílio Goeldi

Pesquisador no Museu Paraense Emílio Goeldi e professor orientador do Programa de Pós-graduação em ciências do ambiente da Universidade Federal do Tocantins

Elineide Eugênio Marques, Universidade Federal do Tocantins

Bióloga. Doutora em Ecologia de Ambientes aquáticos. Professora do Programa de Pós-graduação em Ciências do Ambiente da Universidade Federal do Tocantins