Energy potential and economic feasibility of biogas: case study of a landfill in Minas Gerais, Brazil

Main Article Content

Tatiane Leticia de Carvalho Souza
André Luiz Marques Rocha
Daniel Brianezi

Abstract

The final disposal of solid waste in landfills may result in the production of a clean and renewable energy through the exploitation of biogas generated in these locations. This study aims to estimate the methane production in a landfill, with a total population of 237,298 inhabitants, and a total generation of waste of 83,561.78 ton/year, in the last year of operation, located in the state of Minas Gerais and evaluate the economic feasibility of a biogas exploitation project in this place, for electrical energy generation. The methane production was estimated by the Intergovernmental Panel on Climate Change (IPCC) methodology, obtaining the maximum methane production value of 6,692,590 mÑ in the last year of operation of the landfill. For economic feasibility analysis, the tools, such as net present value, discounted payback, and internal rate of return, were used with values of R$ 1,323,684.90 for 8 years, 4 months, and 12 days, and 9% per annum, respectively, demonstrating that the implementation of the project for the use of biogas at the landfill was viable, with positive economic return.

Article Details

How to Cite
Souza, T. L., Rocha, A. L., & Brianezi, D. (2021). Energy potential and economic feasibility of biogas: case study of a landfill in Minas Gerais, Brazil. Brazilian Journal of Environmental Sciences (Online), 56(4), 643-653. https://doi.org/10.5327/Z21769478935
Section
Articles

References

Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL. 2016. Resultados de leilões
(Accessed October 25, 2019) at: https://www.aneel.gov.br/pt/resultados-de-leiloes.
Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL. 2020. Sistema de Informações
de Geração da ANEEL – SIGA (Accessed June 24, 2021) at: https://www.aneel.
gov.br/siga.
Arcadis, T., 2010. Estudo sobre o potencial de geração de energia a partir de
resíduos de saneamento (lixo, esgoto), visando incrementar o uso de biogás
como fonte alternativa de energia renovável. Programa das Nações Unidas
para o Desenvolvimento (PNUD) e Ministério do Meio Ambiente (MMA),
São Paulo, 56 pp.
Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais –
ABRELPE. 2013. Atlas brasileiro de emissões de GEE e potencial energético na
destinação de resíduos sólidos. ABRELPE, São Paulo, 172 pp.
Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais
– ABRELPE. 2014. Panorama dos resíduos sólidos no Brasil. ABRELPE, São
Paulo, 120 pp.
Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais – ABRELPE.
2019. Panorama dos resíduos sólidos no Brasil. ABRELPE, São Paulo, 74 pp.
Banco Central do Brasil – BACEN. 2019a. Calculadora do cidadão (Accessed
October 10, 2019) at: https://www3.bcb.gov.br/CALCIDADAO/publico/
exibirFormCorrecaoValores.do?method=exibirFormCorrecaoValores.
Banco Central do Brasil – BACEN. 2019b. Taxa Selic (Accessed November 8,
2019) at: https://www.bcb.gov.br/controleinflacao/taxaselic.
Barros, R.M. 2012. Tratado sobre resíduos sólidos: gestão, uso e
sustentabilidade. Interciência, Rio de Janeiro; Acta, Minas Gerais, 374 pp.
Barros, R.M.; Tiago Filho, G.L.; Silva, T.R. 2014. The electric energy potential
of landfill biogas in Brazil. Energy Policy, v. 65, 150-164. https://doi.
org/10.1016/j.enpol.2013.10.028.
Bianek, J.; Schirmer, W.N.; Cabral, A.R.; Mayer, C.L.D.; Eurich, P.H.M.;
Martins, E.H., 2018. Comparação entre metodologias USEPA e IPCC para
estimativa teórica de produção de biogás em aterro municipal. Biofix Scientific
Journal, v. 3, (1), 34-40. http://dx.doi.org/10.5380/biofix.v3i1.56038.
Bingemer, H.G.; Crutzen, P.J. 1987. The production of methane from solid
wastes. Journal of Geophysical Research, v. 92, (D2), 2181-2187. https://doi.
org/10.1029/JD092iD02p02181.
Brasil. 2010. Lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010. Institui a Política Nacional
de Resíduos Sólidos; altera a Lei no 9.605, de 12 de fevereiro de 1998; e dá
outras providências. Diário Oficial da União.
Brasil. Ministério do Meio Ambiente. 2019. Aproveitamento energético do
biogás de aterro sanitário (Accessed April 5, 2019) at: http://www.mma.gov.br/
cidades-sustentaveis/residuos-solidos/politica-nacional-de-residuos-solidos/
aproveitamento-energetico-do-biogas-de-aterro-sanitario.
Casarotto Filho, N.; Kopittke, B.H. 1994. Análise de investimentos. Atlas, São
Paulo, 447 pp.
Climatempo. 2019. Climatologia (Accessed October 22, 2019) at: https://www.
climatempo.com.br.
Companhia Ambiental do Estado de São Paulo – CETESB. 2006. Manual
do usuário do programa de computador Biogás: geração e uso energético –
aterros – versão 1.0. CETESB, Secretaria de Meio Ambiente, Ministério da
Ciência e Tecnologia, São Paulo, 61 pp.
Costa, T.S. 2016. Estimativa de geração de biogás no aterro sanitário da
bacia leiteira do estado de Alagoas. Master’s dissertation, Centro de Ciências
Agrárias, Universidade Federal de Alagoas, Rio Largo. Retrieved 2019-10-
11, from https://ceca.ufal.br/pt-br/pos-graduacao/energia-da-biomassa/
documentos/dissertacoes-ppgeb/dissertacoes-ppgeb.
Durão, J.V. 2017. Transição para o uso do biogás no brasil: análise baseada na
perspectiva multinível. Doctoral Thesis, Instituto de Economia, Universidade
Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro. Retrieved 2019-04-03, from https://
www.ie.ufrj.br/pos-graduacao-j/pos-graduacao-em-politicas-publicas/
dissertacoes-e-teses.html#doutorado.
Empresa de Pesquisa Energética – EPE. 2018a. Anuário Estatístico de Energia
Elétrica: ano base 2017. Ministério de Minas e Energia, Rio de Janeiro, 249 pp.
Empresa de Pesquisa Energética – EPE, 2018b. Balanço Energético Nacional
2018: ano base 2017. Empresa de Pesquisa Energética, Ministério de Minas e
Energia, Rio de Janeiro, 294 pp.
Figueiredo, N.J.V. de. 2011. Utilização de biogás de aterro sanitário para
geração de energia elétrica – estudo de caso. Master’s dissertation, Energia,
Universidade de São Paulo, São Paulo. doi:10.11606/D.86.2011.tde-11082011-
092549. Retrieved 2019-03-03, from www.teses.usp.br.
Freitas, C.O.; Makiya, I.K. 2012. Potencial energético a partir do biogás proveniente
de aterros sanitários do Estado de São Paulo. In: Anais do XXXII Encontro Nacional
de Engenharia de Produção. Desenvolvimento sustentável e responsabilidade social:
as contribuições da engenharia de produção. Bento Gonçalves.
Gitman, L.J. 2010. Princípios da administração financeira. 12. ed. Pearson
Prentice Hall, São Paulo, 801 pp.
Governos Locais pela Sustentabilidade – ICLEI. 2009. Manual do
aproveitamento do biogás. Secretariado para a América Latina e Caribe,
Escritório de Projetos no Brasil, São Paulo, v. 1, 80 pp.
Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. 2000. Censo
Demográfico: Tabela 200 – população residente, por sexo, situação e grupos
de idade – amostra – características gerais da população (Accessed October 2,
2019) at: https://sidra.ibge.gov.br/tabela/200.
Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. 2010. Censo
Demográfico: Tabela 200 – população residente, por sexo, situação e grupos
de idade – amostra – características gerais da população (Accessed October 2,
2019) at: https://sidra.ibge.gov.br/tabela/200.
Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. 2018. Produto interno
bruto dos municípios (Accessed April 15, 2021) at: https://www.ibge.gov.br/
estatisticas/economicas/contas-nacionais/9088-produto-interno-bruto-dosmunicipios.
html?=&t=o-que-e.
Intergovernmental Panel on Climate Change – IPCC. 1996. Revised 1996
IPCC Guidelines for National Greenhouse Gas Inventories. IPCC, United
Kingdom (Accessed May 2, 2019) at: https://www.ipcc-nggip.iges.or.jp/public/
gl/invs6.html.
Intergovernmental Panel on Climate Change – IPCC. 2006. 2006 IPCC Guidelines
for National Greenhouse Gas Inventories. IGES, Japan (Accessed May 20, 2019) at:
https://www.ipcc-nggip.iges.or.jp/public/2006gl/spanish/vol5.html.
Intergovernmental Panel on Climate Change – IPCC. 2013. Fifth assessment
report of the Intergovernmental Panel on Climate Change. Cambridge
University Press, Cambridge, 1552 pp.
Johannessen, L.M. 1999. Guidance note on recuperation of landfill gas from
municipal solid waste landfills. The World Bank, Washington, D.C., 34 pp.
Landim, A.L.P.F.; Azevedo, L.P. 2008. O aproveitamento energético do
biogás em aterros sanitários: unindo o útil ao sustentável. BNDES Setorial,
(27), 59-100 (Accessed Apr 6, 2019) at: http://web.bndes.gov.br/bib/jspui/
handle/1408/2433.
Motta, R.R.; Calôba, G.M. 2002. Análise de investimentos: tomada de decisão
em projetos industriais. Atlas, São Paulo, 392 pp.
Nascimento, M.C.B.; Freire, E.P.; Dantas, F.A.S.; Giansante, M.B. 2019. Estado
da arte dos aterros de resíduos sólidos urbanos que aproveitam o biogás para
geração de energia elétrica e biometano no Brasil. Engenharia Sanitária e
Ambiental, v. 24, (1), 143-155. https://doi.org/10.1590/S1413-41522019171125.
Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento – PNUD. 2010. Ranking
IDHM Municípios 2010 (Accessed April 15, 2021) at: https://www.br.undp.org/
content/brazil/pt/home/idh0/rankings/idhm-municipios-2010.html.
Qasim, S.R., 1985. Wastewater treatment plants: planning, design and
operation. Holt, Rinehart and Winston, New York, 608 pp.
Samanez, C.P., 2002. Matemática financeira: aplicações à análise de
investimentos. 3. ed. Prentice Hall, São Paulo, 380 pp.
Santos, I.F.S. 2015. Proposta de um método escalonado para a motorização do
aproveitamento do biogás gerado por aterros sanitários para fins de geração
de energia elétrica. Master’s dissertation, Engenharia de Energia, Universidade
Federal de Itajubá, Itajubá. Retrieved 2019-10-12, from https://repositorio.
unifei.edu.br/jspui/handle/123456789/162.
Silva, T.N.; Freitas, F.S.N.; Candiani, G. 2013. Avaliação das emissões superficiais
do gás de aterros sanitários de grande porte. Engenharia Sanitária e Ambiental,
v. 18, (2), 95-104. https://doi.org/10.1590/S1413-41522013000200001.
United States Environment Protection Agency – USEPA. 2008. Final
assessment report: landfill biogas recovery and utilization at the solid waste
treatment center BR-040 Belo Horizonte, Brazil. Eastern Research Group, Inc.
and MGM International Group, LLC, 35 pp.
United States Environment Protection Agency – USEPA, 2021. Landfill
Methane Outreach Program (LMOP): basic information about landfill gas
(Accessed April 16, 2021) at: https://www.epa.gov/lmop/basic-informationabout-
landfill-gas.
Van Elk, A.G.H.P. 2007. Redução de emissões na disposição final. Ibam, Rio de
Janeiro, 44 pp.
Vieira, G.E.G.; Campos, C.E.A.; Teixeira, L.F.; Colen, A.G.N. 2015. Produção
de biogás em áreas de aterros sanitários: uma revisão. Revista Liberato, v. 16,
(26), 193-204. http://doi.org/10.31514/rliberato.2015v16n26.p193.
World Bank. 2004. Energy Sector Management Assistance
Programme. Handbook for the preparation of landfill gas to energy projects
in Latin America and the Caribbean. World Bank, Conestoga-Rovers &
Associates, 236 pp.