ANÁLISE DE PROJEÇÕES DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS SOBRE PRECIPITAÇÃO E TEMPERATURA NAS REGIÕES HIDROGRÁFICAS BRASILEIRAS PARA O SÉCULO XXI

Main Article Content

Greicy Kelly da Silva
Cleiton da Silva Silveira
Marx Vinicius Maciel da Silva
Antônio Duarte Marcos Júnior
Francisco de Assis Souza Filho
Sullyandro Oliveira Guimarães

Resumo

A fim de obter informações acerca dos possíveis impactos no regime dos campos de precipitação e no regime de temperatura nas regiões hidrográficas brasileiras em decorrência do aumento das emissões de gases de efeito estufa, este trabalho teve como objetivo analisar as projeções resultantes de nove modelos participantes do Coordinated Regional Climate Downscaling Experiment (CORDEX), considerando os cenários representative concentration pathways (RCP) 4.5 e RCP8.5 para o século XXI. Os modelos utilizados foram: Canadian Centre for Climate Modelling and Analysis – Canadian Earth System Model (The second generation) (CCCma-CanESM2), Commonwealth Scientific and Industrial Research Organization (version Mk3-6-0) (CSIRO-Mk3-6-0), Irish Centre for High End Computing – European Community – EARTH (ICHEC-EC-EARTH), Institut Pierre Simon Laplace – 5 Component Models version A – Medium Resolution (IPSL-CMSA-MR), Model for Interdisciplinary Research on Climate version 5 (MIROC5), Hadley Center Global Environment Model version 2 – Earth System (HadGEM2-ES), Max Planck Institute – Meteorology – Earth System Model (MPIM-ESM), Norwegian Climate Centre – Norwegian Earth System Model version 1 – Medium resolution (NCC-NorESM1-M) e National Oceanic and Atmospheric
Administration – Geophysical Fluid Dynamics Laboratory – Earth System Model version 2M (NOAA-GFDL-ESM2M). Foram analisadas as anomalias e a tendência dos campos de precipitação e temperatura médias anuais no período de 2006 a 2095. Todos os modelos projetaram aumento da temperatura em todas as
regiões. Para o cenário RCP8.5, a anomalia da temperatura indicou aumento de até 1,58ºC na região hidrográfica amazônica. A precipitação também pode aumentar em algumas regiões hidrográficas. A mediana das anomalias sugeriu aumentos entre 10 e 30% no Atlântico Leste, Atlântico Nordeste Ocidental,
Atlântico Nordeste Oriental, Paraguai, Parnaíba, Tocantins-Araguaia e São Francisco. Anomalias negativas foram identificadas no sudeste e principalmente no sul do Brasil, indicando reduções na precipitação. O teste de Mann-Kendall-Sen sugeriu uma possível intensificação no regime de precipitações anuais em grande parte das regiões hidrográficas, exceto as do Atlântico Sul, Paraná e Uruguai. Em ambos os cenários, o teste apontou ausência de tendência na região do Atlântico Sul pela maioria dos modelos. Todos os modelos apresentaram
tendência positiva significativa para a temperatura nos dois cenários e em todas as regiões. A maior e a menor tendência de aquecimento foram observadas no norte e no sul do país, respectivamente.

Article Details

Como Citar
da Silva, G., Silveira, C., Silva, M., Marcos Júnior, A., Souza Filho, F., & Guimarães, S. (2020). ANÁLISE DE PROJEÇÕES DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS SOBRE PRECIPITAÇÃO E TEMPERATURA NAS REGIÕES HIDROGRÁFICAS BRASILEIRAS PARA O SÉCULO XXI. Revista Brasileira De Ciências Ambientais (Online), 55(3), 420-436. https://doi.org/10.5327/Z2176-947820200624
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Greicy Kelly da Silva, Universidade Federal do Ceará (UFC)

Doutoranda em Engenharia Civil com Área de Concentração em Recursos Hídricos, pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Mestre em Ciências Físicas Aplicadas com Área de Concentração em Ciências Físicas Aplicadas ao Desenvolvimento do Semiárido e Linha de Pesquisa Física da Atmosfera, pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), 2018. Licenciada em Física pela UECE (2015). Membro do Grupo de Pesquisa em Física da Atmosfera - GFA.