CHUVAS EXTREMAS E EQUAÇÕES INTENSIDADE-DURAÇÃO-FREQUÊNCIA PARA O ESTADO DO ACRE

Main Article Content

Álvaro José Back
Sabrina Baesso Cadorin

Resumo

As chuvas intensas causam vários problemas, como alagamento, deslizamento
e erosão do solo, sendo importante conhecer as informações sobre as relações
intensidade-duração-frequência (IDF) de chuvas intensas locais. Em razão da carência
dessas informações para o estado do Acre, este trabalho teve como objetivos analisar
as séries históricas de chuvas e ajustar as equações IDF por meio da desagregação
da chuva diária. Para o estudo utilizaram-se as estações pluviométricas da rede
hidrológica da Agência Nacional de Águas de 11 municípios do Acre. As séries
de máximas anuais apresentaram médias variando de 89,6 a 118,7 mm. Foram
ajustados os parâmetros da distribuição de Gumbel e da distribuição generalizada de
valores extremos (GEV), utilizando os métodos dos momentos, o método da máxima
verossimilhança, o método dos momentos-L (MML) e, ainda, o método de Chow
para a distribuição de Gumbel. A aderência das distribuições ajustadas às séries de
máximas anuais foi avaliada pelos testes Kolmogorov-Smirnov e Anderson-Darling. A
distribuição GEV com parâmetros estimados pelo MML destacou-se como a melhor
distribuição para 73% das estações. Foi observada grande variação nos valores de
chuva máxima diária entre as estações, evidenciando a necessidade de determinar
os valores com dados locais. As equações IDF obtidas apresentaram bom ajuste,
com coeficientes de determinação acima de 0,99. As equações ajustadas permitem
estimativa da intensidade da chuva com duração de 5 a 1.440 minutos e período de
retorno de dois a cem anos com erro padrão inferior 6,40 mm h-1.

Article Details

Como Citar
Back, Álvaro, & Cadorin, S. (2020). CHUVAS EXTREMAS E EQUAÇÕES INTENSIDADE-DURAÇÃO-FREQUÊNCIA PARA O ESTADO DO ACRE. Revista Brasileira De Ciências Ambientais (Online), 55(2), 159-170. https://doi.org/10.5327/Z2176-947820200597
Seção
Artigos