EXPOSIÇÃO DE TRABALHADORES RURAIS A ORGANOFOSFORADOS E CARBAMATOS

Main Article Content

Luciane Baierle Lorenzatto
Maria Isabel Gonçalves da Silva
Walter Antonio Roman Junior
Sinval Adalberto Rodrigues Junior
Clodoaldo Antônio De Sá
Vanessa Corralo

Abstract

Os pesticidas são compostos amplamente utilizados na agricultura, por causa do aumento da eficiência produtiva, no entanto esses compostos tóxicos podem exercer efeitos negativos ao meio ambiente e à saúde humana. O objetivo deste trabalho foi analisar a exposição ocupacional de trabalhadores rurais
a agrotóxicos, através de um estudo descritivo-analítico com abordagem transversal e quantitativa. A amostra foi composta de 63 trabalhadores agrícolas. A caracterização do perfil socioeconômico, o manejo de pesticidas e as condições de saúde foram realizados por meio de entrevistas. Após a coleta das amostras
biológicas, a atividade da enzima acetilcolinesterase eritrocitária foi avaliada em dois momentos: pré e pós-exposição a pesticidas em um ciclo de plantio e colheita. A idade média dos trabalhadores rurais foi de 48,1 ± 7,6 anos. Eles relataram usar equipamentos de proteção individual, embora de forma incompleta ou
inadequadamente, e 46% relataram intoxicação por agrotóxicos. Transtornos do humor como ansiedade (50,3%) e estado depressivo (27,0%) também foram relatados pelos trabalhadores. Houve uma diminuição significativa na atividade da enzima acetilcolinesterase eritrocitária de 0,83 ± 0,06 delta pH/hora para
0,71 ± 0,11 delta pH/hora (p < 0,05). A comparação individual dos valores da atividade enzimática mostrou que 19,6% dos trabalhadores estavam intoxicados com carbamatos e organofosforados. A contaminação é atribuída ao manejo inadequado de pesticidas. Considera-se urgente a adoção de medidas para
minimizar intoxicações e outros efeitos nocivos à saúde dos trabalhadores rurais.

Article Details

How to Cite
Lorenzatto, L., da Silva, M. I., Roman Junior, W., Rodrigues Junior, S., De Sá, C., & Corralo, V. (2020). EXPOSIÇÃO DE TRABALHADORES RURAIS A ORGANOFOSFORADOS E CARBAMATOS. Brazilian Journal of Environmental Sciences (Online), 55(1), 19-31. https://doi.org/10.5327/Z2176-947820200528
Section
Articles
Author Biographies

Luciane Baierle Lorenzatto, Community University of the Chapecó Region

Master in Health Sciences. Community University of the Chapecó Region, Santa Catarina State, Brazil.

Maria Isabel Gonçalves da Silva, Community University of the Chapecó Region

Master in Health Sciences. Community University of the Chapecó Region, Santa Catarina State, Brazil.

Walter Antonio Roman Junior, Community University of the Chapecó Region

Lecturer in the Stricto Sensu Graduate Program in Health Sciences. Community University of the Chapecó Region, Santa Catarina State, Brazil.

Sinval Adalberto Rodrigues Junior, Community University of the Chapecó Region

Lecturer in the Stricto Sensu Graduate Program in Health Sciences. Community University of the Chapecó Region, Santa Catarina State, Brazil.

Clodoaldo Antônio De Sá, Community University of the Chapecó Region

Lecturer and coordinator of the Stricto Sensu Graduate Program in Health Sciences. Community University of the Chapecó Region, Santa Catarina State, Brazil.

Vanessa Corralo, Universidade Comunitária Regional de Chapecó (Unochapecó)

Lecturer in the Stricto Sensu Graduate Program in Health Sciences. Community University of the Chapecó Region, Santa Catarina State, Brazil.