AVALIAÇÃO DE COMPÓSITOS BIOMASSA VEGETAL-CIMENTO MODIFICADOS POR POLÍMERO

Main Article Content

Lia Lorena Pimentel
Gladis Camarini

Resumo

A utilização de cimentos especiais, adições minerais e químicas na produção de concretos e
argamassas, com o objetivo de alterar suas propriedades físico-químicas, é cada vez mais freqüente,
visando melhorar o desempenho desses materiais em relação à durabilidade. Este trabalho teve por
objetivo analisar o comportamento físico e mecânico de compósitos biomassa vegetal-cimento
modificados com polímeros. Foram utilizadas dispersões de polímeros de base acrílica e a base de
estireno butadieno. Determinou-se o teor de sólidos dos látex poliméricos, e realizaram-se ensaios
de determinação do tempo de início de pega para dosagens de 5%, 10% e 15% de polímero sólido
em relação à massa de cimento (relação P/C). Essas determinações resultaram nas dosagens
ótimas de 5% e 10% para látex à base de SBR e 5% e 15% para látex de base acrílica. Observaramse
as seguintes propriedades do compósito: absorção total e por capilaridade, as resistências
mecânicas à compressão simples e à tração por compressão diametral e a velocidade de propagação
de onda ultra-sônica. Os resultados obtidos permitiram concluir que a utilização de polímeros pode
vir a melhorar a durabilidade dos compósitos biomassa vegetal-cimento, uma vez que reduz sensivelmente
suas propriedades de transferência.

Article Details

Como Citar
Pimentel, L., & Camarini, G. (2005). AVALIAÇÃO DE COMPÓSITOS BIOMASSA VEGETAL-CIMENTO MODIFICADOS POR POLÍMERO. Revista Brasileira De Ciências Ambientais (Online), (01), 26-33. Recuperado de http://rbciamb.com.br/index.php/Publicacoes_RBCIAMB/article/view/493
Seção
Artigos