RESÍDUOS SÓLIDOS E POLÍTICAS PÚBLICAS EM PRESIDENTE PRUDENTE – SP: CONSTRUINDO PARCERIAS PARA A EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Main Article Content

Antonio Cezar Leal
Antonio Thomaz Júnior
Marilia Coelho
Marcelino Andrade Gonçalves

Resumo

Neste trabalho se apresenta a experiência do Projeto “Educação Ambiental e gerenciamento integrado dos
resíduos sólidos em Presidente Prudente – SP: desenvolvimento de metodologias para coleta seletiva,
beneficiamento do lixo e organização do trabalho”, desenvolvido em parceria por várias instituições públicas e
particulares, com apoio da Fapesp. O objetivo central é contribuir na formulação, avaliação e gestão de políticas
públicas para o tratamento adequado dos resíduos sólidos em Presidente Prudente. No projeto se adota a
educação ambiental como elo fundamental para a implementação do gerenciamento integrado dos resíduos
sólidos no município, com a participação das escolas e comunidade, visando à melhoria da qualidade ambiental
e de vida dos cooperados e catadores de resíduos recicláveis e reutilizáveis, em especial, e da população
prudentina, como um todo. Entre os resultados alcançados destacam-se: organização da Cooperativa de
Trabalhadores de Produtos Recicláveis de Presidente Prudente, reunindo ex-catadores do lixão da cidade;
construção da sede da cooperativa; implantação de coleta seletiva em cerca de 50% da área urbana, atendendo
aproximadamente 90.000 moradores; mobilização da comunidade para descarte seletivo de resíduos recicláveis
e reutilizáveis; realização de projetos de educação ambiental formal e não-formal; produção de vídeo; e
organização de eventos científicos. Todavia, o resultado principal é a formação das parcerias, envolvendo um
amplo leque de agentes sociais e instituições públicas e particulares. Esse conjunto de parceiros tem viabilizado
ações de educação ambiental, mobilização social e de organização dos trabalhadores catadores. Sem o trabalho
em parceria não seria possível a realização desse projeto e sua existência demonstra o quanto a questão do lixo
é capaz de sensibilizar e envolver os mais variados setores da sociedade em sua resolução, tornando evidente
que não se trata apenas de um problema do poder público, mas de todos aqueles que geram resíduos. Todos
entendem o quanto é urgente e necessário ajudar a construir novas referências à constituição de políticas
públicas para a educação ambiental e o gerenciamento integrado de resíduos sólidos em Presidente Prudente.

Article Details

Como Citar
Leal, A., Thomaz Júnior, A., Coelho, M., & Gonçalves, M. (2006). RESÍDUOS SÓLIDOS E POLÍTICAS PÚBLICAS EM PRESIDENTE PRUDENTE – SP: CONSTRUINDO PARCERIAS PARA A EDUCAÇÃO AMBIENTAL. Revista Brasileira De Ciências Ambientais (Online), (03), 32-39. Recuperado de http://rbciamb.com.br/index.php/Publicacoes_RBCIAMB/article/view/480
Seção
Artigos