Caracterização de LCDs de aparelhos celulares obsoletos visando a reciclagem

Main Article Content

Denise Crocce Romano Espinosa
Viviane Tavares de Moraes
Arthur Pinto Chaves
Jefferson Salvador de Moraes
Jorge Alberto Soares Tenório

Resumo

As telas de cristal líquido (LCD) são usadas em TVs, calculadoras, telefones celulares, computadores,
vídeo games e agendas eletrônicas. A rápida obsolescência desses dispositivos eletrônicos causa o
descarte excessivo de LCDs usados, diminuindo a vida útil de aterros. Por isso é necessário o
desenvolvimento de uma metodologia de reciclagem de LCDs. Inicialmente é preciso fazer-se a
caracterização da sucata para em seguida estudar o processamento com objetivo de separar os
materiais. Foram estudados LCDs de aparelhos celulares obsoletos. Os ensaios realizados para
caracterização dos componentes dos LCDs neste trabalho foram: solubilização em solvente; chama;
infravermelho; DSC; MEV com EDS; DRX; e perda ao fogo. Os LCDs são compostos de camadas. Os
materiais que compõem estas camadas são, de fora para dentro, triacetato de celulose, poli (álcool)
vinil dopado com iodo, triacetato de celulose, cristal líquido, vidro com ITO, triacetato de celulose,
poli (álcool) vinil dopado com iodo, triacetato de celulose, polímero com mica. O principal material
que pode ser reciclado em LCDs de dispositivos eletro-eletrônicos portáteis é o vidro, todavia a
complexidade do sistema torna difícil a recuperação como matéria prima para fabricação de novos
vidros.

Article Details

Como Citar
Espinosa, D., Moraes, V., Chaves, A., Moraes, J., & Tenório, J. (2010). Caracterização de LCDs de aparelhos celulares obsoletos visando a reciclagem. Revista Brasileira De Ciências Ambientais (Online), (16), 15-25. Recuperado de http://rbciamb.com.br/index.php/Publicacoes_RBCIAMB/article/view/385
Seção
Artigos