Bromélia: promoção da biodiversidade x riscos à saúde ambiental

Main Article Content

Angélica Silva da Costa Jensen
Fernando Codelo Nascimento
Rodrigo Christino Jensen
Edivaldo Elias Rotondaro
Roberto Tatsuya Saito

Resumo

Atividades antrópicas e degradação ambiental atingem diretamente a saúde da
população e o meio ambiente. Como consequência, o número de pragas e vetores
aumentam significativamente, fazendo cada vez mais vítimas. O objetivo deste
trabalho foi identificar a interação entre as bromélias e o mosquito vetor da dengue. A
metodologia utilizada foi trabalho de campo realizado em uma chácara no Parque
Andreense, em Santo André–SP. Contabilizou-se o total de 117 larvas, sendo que após
identificação constatou-se que nenhuma delas é proveniente do Aedes aegypti.
Conclui-se, portanto, que as bromélias não são criadouros preferenciais das larvas do
Aedes aegypti.

Article Details

Como Citar
Jensen, A., Nascimento, F., Jensen, R., Rotondaro, E., & Saito, R. (2011). Bromélia: promoção da biodiversidade x riscos à saúde ambiental. Revista Brasileira De Ciências Ambientais (Online), (19), 38-45. Recuperado de http://rbciamb.com.br/index.php/Publicacoes_RBCIAMB/article/view/359
Seção
Artigos