Taxa de aplicação máxima anual de lodo de esgoto higienizado pelo processo de estabilização alcalina: estudo comparativo de curvas de pH de solos

Main Article Content

Beatriz Monte Serrat
Thiago Romanholi Santiago
Simone Bittencourt
Antonio Carlos Vargas Motta
Luiz Antonio Tavares Pinto da Silva
Cleverson V. Andreoli

Resumo

Objetivou-se avaliar a taxa de aplicação máxima anual de lodo de esgoto higienizado por
processo de estabilização alcalina prolongada (EAP) em dois solos da Região
Metropolitana de Curitiba (Lapa e Pinhais). Obteve-se curvas de neutralização do pH,
incubando-se os solos com doses crescentes de dois dos três corretivos de acidez
utilizados: dois lodos EAP (obtido em condições controladas e da estação) e um calcário.
Concluiu-se que três toneladas de lodo EAP higienizado sob condições controladas foi
equivalente a uma tonelada de calcário; houve interação entre lodo e tipo de solo, sendo
a capacidade tampão dos solos importante para determinação da taxa de aplicação
máxima anual.

Article Details

Como Citar
Serrat, B., Santiago, T., Bittencourt, S., Motta, A., Silva, L., & Andreoli, C. (2011). Taxa de aplicação máxima anual de lodo de esgoto higienizado pelo processo de estabilização alcalina: estudo comparativo de curvas de pH de solos. Revista Brasileira De Ciências Ambientais (Online), (19), 30-37. Recuperado de http://rbciamb.com.br/index.php/Publicacoes_RBCIAMB/article/view/358
Seção
Artigos