Aspectos da pequena açudagem na gestão de sub-bacias no Ceará

Main Article Content

Déborah de Andrade Aragão
José Gerardo Beserra de Oliveira

Resumo

As circunstâncias provocadas pelas secas no semi-árido nordestino assumiram, ao longo da
história, um caráter inevitável que levou a doção de uma política voltada para a construção
de reservatórios hídricos na tentativa de mitigar os efeitos da estiagem. No entanto, a
construção de um grande número de reservatórios elaborada de maneira aleatória, sem
observar seu enquadramento nas condições na dinâmica hídrica nem em sua capacidade
de suporte, aliada a uma ocupação motivada pela oferta de água acabaram por se inserir
no contexto de problemática socioambiental. Portanto, a integração do gerenciamento
dos recursos hídricos através da instituição das bacias hidrográficas como unidade de
gestão deve considerar de maneira prioritária a questão da açudagem no que diz respeito
aos recursos hídricos nordestinos, em especial os de pequeno porte que servem de
maneira mais direta às comunidades locais e são mais gravemente afetados pela
degradação gerada pelas ações antrópicas e o uso inadequado.

Article Details

Como Citar
Aragão, D., & Oliveira, J. (2011). Aspectos da pequena açudagem na gestão de sub-bacias no Ceará. Revista Brasileira De Ciências Ambientais (Online), (19), 1-10. Recuperado de http://rbciamb.com.br/index.php/Publicacoes_RBCIAMB/article/view/355
Seção
Artigos