Regulamentação do tratamento de resíduos infectantes em serviços de saúde: uma revisão da literatura

Main Article Content

Aida Cristina do Nascimento Silva
José Jorge Souza Carvalho
Luís Américo Silva Bonfim
Antonio Carlos Ribeiro da Silva
Eduardo Luiz Andrade Mota
Mitermayer Galvão dos Reis

Resumo

O presente artigo apresenta uma descrição de trabalhos científicos, legislações, resoluções e documentos técnicos sobre a obrigatoriedade de tratamento dos Resíduos Infectantes de Serviços de Saúde, visando identificar critérios técnicos no controle de qualidade dos processos relativos à efetividade de redução da carga microbiana e a padronização para o descarte de material biológico, na ausência de tecnologias de tratamento. Os dados foram coletados entre 1986-2010, registrados nas seguintes bases de dados: BIREME, CAPES, PubMed, Scielo, CDC, OPAS, Ministério da Saúde, ANVISA, ABNT e CONAMA. De uma forma geral, percebe-se a recomendação para o tratamento de frações infectantes por Incineração e Autoclave, destacando-se ainda a existência de orientações normativas sobre a definição de escolhas tecnológicas de menor custo e de fácil controle operacional.

Article Details

Como Citar
Silva, A., Carvalho, J., Bonfim, L., Silva, A., Mota, E., & Reis, M. (2011). Regulamentação do tratamento de resíduos infectantes em serviços de saúde: uma revisão da literatura. Revista Brasileira De Ciências Ambientais (Online), (22), 28-37. Recuperado de http://rbciamb.com.br/index.php/Publicacoes_RBCIAMB/article/view/337
Seção
Artigos