Avaliação da regeneração natural da vegetação em área recuperada com biossólido

Main Article Content

Talita Iatski da Silveira
Leila Teresinha Maranho

Resumo

O presente estudo avaliou o efeito da cobertura de biossólido sobre a regeneração natural em área que, em 2003, foi recuperada com a utilização de biossólido, localizada no Aeroporto Internacional de Curitiba “Afonso Pena”, São José dos Pinhais, PR. Realizou-se levantamento florístico e fitossociológico em três áreas diferentes, sendo que uma delas foi tratada anteriormente com biossólido. Em cada área foram alocadas seis parcelas de 9 m2. Foram considerados todos os indivíduos herbáceos, arbustivos, arbóreos e trepadeiras presentes nas parcelas. O levantamento florístico resultou em 63 espécies de 18 famílias. Nas áreas um, dois e três, as densidades absolutas foram 31.667, 119.630 e 41.296 ind.ha-1, respectivamente. O índice de similaridade mostrou que as áreas um e três são mais similares. O índice de diversidade das áreas um e três foi similar (1,58 e 1,73), sendo o da área um o menor e o da área dois o maior (2,68). Com os resultados obtidos pode-se afirmar que a cobertura de biossólido contribuiu positivamente para aumentar a densidade e o desenvolvimento dos indivíduos estabelecidos nas parcelas, indicando que a adoção dessa prática na recuperação de áreas degradadas pode acelerar o processo de desenvolvimento das espécies vegetais.

Article Details

Como Citar
Silveira, T., & Maranho, L. (2012). Avaliação da regeneração natural da vegetação em área recuperada com biossólido. Revista Brasileira De Ciências Ambientais (Online), (24), 62-73. Recuperado de http://rbciamb.com.br/index.php/Publicacoes_RBCIAMB/article/view/325
Seção
Artigos