Avaliação da biodegradação de polímeros por Pleurotus djamor

Main Article Content

Poliana Dambrós
Karoline Pignat Cappelari
Caroline Poffo
Elisabeth Wisbeck

Resumo

Visando contribuir na busca de soluções para problemas ambientais, estudos estão sendo realizados a fim de avaliar a degradação de materiais poliméricos por fungos do gênero Pleurotus. Este trabalho avaliou a biodegradação de poli (tereftalato) de etileno (PET) e de polipropileno (PP) por Pleurotus djamor e a influência desta biodegradação prévia quando os polímeros foram expostos à intempérie. Para tanto, massas conhecidas de PET e PP foram pasteurizadas e colocadas, separadamente, em placas de Petri contendo micélio de P. djamor, crescido em meio TDA, e incubadas por 76, 150 e 180 dias. As amostras do tempo de incubação de 150 dias foram expostas à intempérie por 90 e 150 dias. Após 150 dias de biodegradação verificou-se perdas de massa em torno de 0,9 % para PET e 2,2 % para PP. Esta degradação prévia não promoveu perda de massa durante a exposição à intempérie.

Article Details

Como Citar
Dambrós, P., Cappelari, K., Poffo, C., & Wisbeck, E. (2014). Avaliação da biodegradação de polímeros por Pleurotus djamor. Revista Brasileira De Ciências Ambientais (Online), (31), 21-29. Recuperado de http://rbciamb.com.br/index.php/Publicacoes_RBCIAMB/article/view/256
Seção
Artigos