Avaliação do grau de transformação antrópica da paisagem da bacia do rio Queima-Pé, Mato Grosso, Brasil

Main Article Content

Luciene da Costa Rodrigues
Sandra Mara Alves da Silva Neves
Ronaldo José Neves
Edinéia Aparecida dos Santos Galvanin
João dos Santos Vila da Silva

Resumo

Objetivou-se realizar uma análise multitemporal do uso da terra e da cobertura vegetal, avaliando os desdobramentos das ações antrópicas na vegetação ciliar dos cursos hídricos da bacia do Rio Queima-Pé/Mato Grosso. Utilizou-se imagens dos anos de 1991, 2001 e 2011 do Satélite Landsat 5. Para a quantificação do grau de antropização da bacia foi calculado o ITA. Os resultados mostraram a intensificação da agricultura (cana-de-açúcar e soja), que expandiram a cada data investigada. A pecuária decresceu, principalmente nos anos de 1991 a 2001; Houve aumento das classes influência urbana e reflorestamento. Enquanto na Floresta ocorreu decréscimo e as massas d’águas nos dois primeiros anos investigados mostraram aumento de área, mas não houve avanço no ano de 2011. O ITA da bacia apresentou duas classificações: 1991 e 2011 Regular e em 2011 Degradada, resultados que podem ser devido a pastagem e ao cultivo em larga escala da cana-de-açúcar.

Article Details

Como Citar
Rodrigues, L., Neves, S., Neves, R., Galvanin, E., & Silva, J. (2014). Avaliação do grau de transformação antrópica da paisagem da bacia do rio Queima-Pé, Mato Grosso, Brasil. Revista Brasileira De Ciências Ambientais (Online), (32), 52-64. Recuperado de http://rbciamb.com.br/index.php/Publicacoes_RBCIAMB/article/view/248
Seção
Artigos