COMPARAÇÃO ENTRE OS PROCESSOS DE COMPOSTAGEM CONVENCIONAL E MECANIZADA NO TRATAMENTO DE RESÍDUOS DE RÚMEN BOVINO

Main Article Content

Priscila Ribeiro dos Santos
Marcela de Felicio Moreira
Maria Cristina Rizk

Resumo

A agroindústria brasileira apresenta grande potencialidade na produção de alimentos, especialmente no ramo da carne bovina, levando ao aumento da geração de resíduos sólidos, como o resíduo ruminal. Tal resíduo é gerado em grandes proporções durante os processos de abate de bovinos, podendo ocasionar contaminação, degradação ambiental ou ainda danos à saúde pública, quando não tratado. Fato que justifica o estudo de práticas de reciclagem, como a compostagem. No desenvolvimento deste trabalho foi realizado o processo de compostagem para tratamento do resíduo ruminal bovino gerado num frigorífico, utilizando-se o sistema convencional de leira aerada por revolvimento manual e o sistema mecanizado de reator acoplado a um compressor, permitindo a aeração do sistema. Para o ajuste inicial dos parâmetros da compostagem, foi incorporado o resíduo de casca de café. Os parâmetros determinados no monitoramento do processo de compostagem foram: pH, umidade, carbono orgânico, nitrogênio e relação C/N. Pelas análises realizadas durante o monitoramento de ambos os sistemas, notou-se que o pH se manteve alcalino e apresentou apenas pequenas variações; a umidade apresentou-se elevada no início dos estudos; ocorreram variações significativas nas concentrações de nitrogênio; as reduções de carbono orgânico não se apresentaram elevadas; e, ainda, os compostos finais produzidos mostraram-se adequados para serem utilizados como adubo orgânico. Quanto as principais diferenças dos sistemas mecânico e convencional, verificou-se que a leira teve maior redução de carbono orgânico ao longo do tratamento e menor relação C/N final quando comparada ao reator.

Article Details

Como Citar
Santos, P., Moreira, M., & Rizk, M. (2014). COMPARAÇÃO ENTRE OS PROCESSOS DE COMPOSTAGEM CONVENCIONAL E MECANIZADA NO TRATAMENTO DE RESÍDUOS DE RÚMEN BOVINO. Revista Brasileira De Ciências Ambientais (Online), (33), 1-12. Recuperado de http://rbciamb.com.br/index.php/Publicacoes_RBCIAMB/article/view/227
Seção
Artigos