APROVEITAMENTO DE RESÍDUOS VEGETAIS PARA A PRODUÇÃO DE BRIQUETES

Main Article Content

Gabriela Tami Nakashima
Mariana Provedel Martins
Diego Aleixo da Silva
Walbert Chrisostomo
Fábio Minoru Yamaji

Resumo

O objetivo deste trabalho foi o de promover o aproveitamento energético de
resíduos vegetais como o bagaço de cana-de-açúcar, a palha de milho, o capim
elefante e a braquiária para a confecção de briquetes, avaliando também a
influência da granulometria na durabilidade das biomassas compactadas.
Assim, cada resíduo foi dividido nas granulometrias grossa (partículas de 40 a
60 mesh) e fina (partículas menores que 60 mesh). Os resíduos foram então
compactados com o auxílio de uma prensa hidráulica, sem o uso de
temperatura nem aglutinante, e os briquetes confeccionados foram avaliados
quanto às suas expansões e resistências mecânicas. Observou-se que os
briquetes de granulometria grossa apresentaram maior expansão, tornandose
frágeis e quebradiços, com exceção do capim elefante, que apresentou uma
resistência mecânica média de 0,24 MPa. Já a granulometria mais fina para os
resíduos de palha de milho, capim elefante e braquiária conferiu maior
durabilidade e resistência para os briquetes.

Article Details

Como Citar
Nakashima, G., Martins, M., Silva, D., Chrisostomo, W., & Yamaji, F. (2014). APROVEITAMENTO DE RESÍDUOS VEGETAIS PARA A PRODUÇÃO DE BRIQUETES. Revista Brasileira De Ciências Ambientais (Online), (34), 22-29. Recuperado de http://rbciamb.com.br/index.php/Publicacoes_RBCIAMB/article/view/214
Seção
Artigos