DIAGNÓSTICO AMBIENTAL DE MATA CILIAR: UMA ANÁLISE INTEGRADA DE PARÂMETROS BOTÂNICOS, METEOROLÓGICOS E DA GENOTOXICIDADE DO AR ATMOSFÉRICO

Main Article Content

Ledyane Rocha-Uriartt
Mara Betânia B. Cassanego
Diego Fedrizzi Petry Becker
Annette Droste
Jairo Lizandro Schmitt

Resumo

O diagnóstico ambiental de três fragmentos de mata ciliar nos trechos superior (CA), médio (TA) e inferior (CB) do Rio dos Sinos, no sul do Brasil, foi realizado a partir de uma análise integrada de parâmetros botânicos, meteorológicos e da genotoxicidade do ar atmosférico. A análise demonstrou que em CA a mata ciliar apresentou um maior número de árvores, mais altas, com maior área basal, suportando uma riqueza epifítica maior. Além disso, a genotoxicidade do ar e o volume de precipitação de chuva foram superiores a TA e CB. Considerando que as respostas dos organismos são influenciadas pelas condições ambientais, os indicadores analisados sustentam a ideia de que a mata ciliar de CA ainda é uma área de referência, evidenciada principalmente pela elevada riqueza de epífitos vasculares incluindo espécies sensíveis às perturbações antrópicas, e pela ausência de risco genotóxico.

Article Details

Como Citar
Rocha-Uriartt, L., Cassanego, M., Becker, D., Droste, A., & Schmitt, J. (2015). DIAGNÓSTICO AMBIENTAL DE MATA CILIAR: UMA ANÁLISE INTEGRADA DE PARÂMETROS BOTÂNICOS, METEOROLÓGICOS E DA GENOTOXICIDADE DO AR ATMOSFÉRICO. Revista Brasileira De Ciências Ambientais (Online), (35), 102-115. Recuperado de http://rbciamb.com.br/index.php/Publicacoes_RBCIAMB/article/view/210
Seção
Artigos