COMPORTAMENTO ÓPTICO DE VIDROS E PELÍCULAS DE PROTEÇÃO SOLAR E SUA RELAÇÃO COM O CONFORTO AMBIENTAL

Main Article Content

Regis de Castro Ferreira
Elza Glauce Pereira da Silva Alves

Resumo

Superfícies transparentes merecem especial atenção quando se trata do
conforto ambiental de edificações, pois são elementos vulneráveis a ganhos
de calor, principalmente em regiões tropicais. O presente trabalho teve
como objetivo propor indicativos para o emprego apropriado de vidros e
películas de proteção solar para sua correta especificação, visando menor
consumo energético e melhor conforto ambiental em edificações. Para tal,
foram avaliadas as propriedades espectrais de vidros e películas por técnica
espectrofotométrica e determinados os parâmetros de controle de ganho de
carga térmica, a saber: fator solar (FS), ganho de calor solar (GCS), razão visível/
infravermelho e coeficiente de sombreamento (CS). Os resultados mostraram
que, para a correta escolha e especificação das superfícies transparentes,
deve ser analisado o parâmetro GCS. Sugere-se, ainda, associar à essa análise
valores de transmissão (τ) no espectro visível acima de 30%.

Article Details

Como Citar
Ferreira, R., & Alves, E. (2015). COMPORTAMENTO ÓPTICO DE VIDROS E PELÍCULAS DE PROTEÇÃO SOLAR E SUA RELAÇÃO COM O CONFORTO AMBIENTAL. Revista Brasileira De Ciências Ambientais (Online), (38), 31-45. https://doi.org/10.5327/Z2176-947820159114
Seção
Artigos