COMPOSTAGEM: UMA NECESSIDADE DOS CENTROS URBANOS

Main Article Content

Verônica Rosária Polzer

Resumo

O artigo analisa como os centros urbanos enfrentam o problema dos resíduos
sólidos orgânicos provenientes de domicílios, restaurantes, feiras livres,
hortifrutigranjeiros, supermercados e outros. O destino desse material para
a compostagem pode contribuir diretamente para o aumento da vida útil dos
aterros sanitários. Além disso, a aplicação do composto em telhados verdes,
jardins verticais, praças, hortas e canteiros públicos ou privados pode incidir na
melhora da qualidade do espaço urbano e do aspecto paisagístico dos bairros,
além de contribuir para a redução das ilhas de calor, e aumento do conforto
térmico em edifícios. Como estudo de caso serão apresentados dois modelos
de compostagem em larga escala, uma em São Paulo e outra em Vancouver.
O objetivo é apresentar alternativas de aproveitamento dos resíduos orgânicos,
de modo a desviar esse material dos aterros sanitários, por meio de técnicas de
compostagem acelerada cujo composto pode ser utilizado em hortas urbanas,
telhados verdes, além de conter valor comercial. Para desenvolvimento do
artigo e obtenção dos objetivos estabelecidos foram consideradas análises
quantitativas, por meio de visitas técnicas à usina de compostagem da Lapa
em São Paulo, à usina de compostagem acelerada em Vancouver e a hortas
urbanas como, por exemplo, a Horta das Corujas; e qualitativas, considerando a
análise de técnicas consagradas utilizadas para compostagem urbana de forma a
identificar as que se adequam às características limitadas de espaço das cidades.

Article Details

Como Citar
Polzer, V. (2016). COMPOSTAGEM: UMA NECESSIDADE DOS CENTROS URBANOS. Revista Brasileira De Ciências Ambientais (Online), (40), 124-136. https://doi.org/10.5327/Z2176-947820164014
Seção
Artigos