O EFEITO DA INUNDAÇÃO SAZONAL SOBRE A REGENERAÇÃO NATURAL EM UMA FLORESTA OMBRÓFILA DENSA ALUVIAL NO ESTUÁRIO AMAZÔNICO

Main Article Content

Julie Andrews de França e Silva
Mario Augusto Gonçalves Jardim

Resumo

O objetivo do presente trabalho foi avaliar os efeitos da inundação sazonal
na composição florística, na estrutura e na forma de vida da regeneração
natural em uma floresta ombrófila densa aluvial no estuário amazônico,
em dois períodos sazonais. Na Área de Proteção Ambiental (APA) Ilha do
Combu, foram demarcadas quatro parcelas de 20 x 20 m, onde as espécies
e respectivos indivíduos foram identificados, quantificados, agrupados em
categorias de tamanho (CT) e classificados quanto ao tipo de forma de vida.
Foram calculadas: densidade e frequência relativas; categoria de tamanho
relativa; regeneração natural relativa; e diversidade. Os dados de inundação
foram coletados diariamente em cinco varas de 1,5 m, em cada parcela. Não
houve diferença significativa no número de espécies, indivíduos, diversidade
e equabilidade entre os períodos analisados, os quais foram similares em
ambos os períodos. A forma de vida dominante em espécies foi árvore; e em
indivíduos, herbácea. A CT2 apresentou a maior quantidade de indivíduos e a
CT1 a menor quantidade. Os níveis de maré não interferiram na composição
florística, demonstrando que as espécies são capazes de sobreviver ao
estresse hídrico, principalmente: Pariana campestris, Anthurium sinuatum,
Costus spicatus e Costus arabicus.

Article Details

Como Citar
e Silva, J., & Jardim, M. (2016). O EFEITO DA INUNDAÇÃO SAZONAL SOBRE A REGENERAÇÃO NATURAL EM UMA FLORESTA OMBRÓFILA DENSA ALUVIAL NO ESTUÁRIO AMAZÔNICO. Revista Brasileira De Ciências Ambientais (Online), (41), 97-110. https://doi.org/10.5327/Z2176-947820160123
Seção
Artigos