CONSUMO DE ÁGUA NA INDÚSTRIA DE ABATE DE BOVINOS DO ESTADO DA BAHIA

Main Article Content

Andreson Carneiro de Souza
Silvio Roberto Magalhães Orrico

Resumo

O objetivo da pesquisa foi avaliar os índices de consumo de água necessários
para o abate de bovinos na Bahia, avaliando 19 empreendimentos, sendo 9
frigoríficos e 10 abatedouros, que solicitaram licença ambiental para operação
dessas indústrias no INEMA, no período de 2006 a 2012. Os dados coletados
foram obtidos nos processos de licenciamento ambiental, referentes à etapa
de operação, que nesse caso abrange as licenças de operação, unificada e
simplificada. O índice de consumo médio de água nos frigoríficos foi menor
que o obtido nos abatedouros. Analisando individualmente, verifica-se que
75% desses empreendimentos não possuem índices compatíveis com as
melhores tecnologias que são adotadas para o abate de bovinos. No caso
dos abatedouros, o cenário ainda é pior, chegando o índice a 87,5%.
Associando o consumo de água ao porte, verificou-se que quanto maiores
são os abatedouros e frigoríficos, menores são os gastos com água.

Article Details

Como Citar
Souza, A., & Orrico, S. (2016). CONSUMO DE ÁGUA NA INDÚSTRIA DE ABATE DE BOVINOS DO ESTADO DA BAHIA. Revista Brasileira De Ciências Ambientais (Online), (42), 26-36. https://doi.org/10.5327/Z2176-947820160035
Seção
Artigos